ÚLTIMOS ARTIGOS

Orkut celebra Ano Novo e Google comemora os 25 anos do TCP/IP

Por em 1 de janeiro de 2008 – 1:32

Assim como o Yahoo! o Orkut e o Google estão exibindo logotipos especiais em sua home page, comemorando a chegada deste novo ano.

O Google também está comemorando os 25 anos do TCP/IP.

O conjunto de protocolos TCP/IP é um conjunto de protocolos de comunicação entre computadores em rede. Seu nome vem dos dois protocolos mais importantes do conjunto: o TCP (Transmission Control Protocol – Protocolo de Controle de Transmissão) e o IP (Internet Protocol – Protocolo de Interconexão). O conjunto de protocolos pode ser visto como um modelo de camadas. Onde cada camada é responsável por um grupo de tarefas, fornecendo um conjunto de serviços bem definidos para o protocolo da camada superior. As camadas mais altas estão logicamente mais perto do usuário (chamada camada de aplicação), e lidam com dados mais abstratos, confiando em protocolos de camadas mais baixas para tarefas de menor nível de abstração. Da Wikipédia.

Yahoo! comemora o Ano Novo

Por em 31 de dezembro de 2007 – 19:03

O Yahoo! está exibindo em seu portal logotipos especiais animados em comemoração ao Réveillon 2008. Vamos aguardar o do Google!

Yahoo! EUA

Yahoo! Brasil

Comentários (0) Categorias: Google

Google participará do Macworld Conference & Expo 2008

Por em 31 de dezembro de 2007 – 18:38

O Google anunciou que participará da Macworld Conference & Explo 2008, que será realizada no início de janeiro em São Francisco, nos Estados Unidos. Na Macworld são apresentados produtos e novidades da Apple, e esperamos que com a participação do Google também haja algumas surpresas.

Via: Official Google Mac Blog

Agradecimentos ao Júlio Câmara pela dica!

Um Feliz 2008 de descobertas para você!

Por em 31 de dezembro de 2007 – 2:24


Gostaria de desejar, em nome de toda a equipe do Google Discovery, um próspero Ano Novo a todos os leitores. E agradecer a minha amiga Sílvia Helena pela criação da header especial que diversos leitores já puderam conferir na interface do blog.

Um Feliz “Google Discovery” 2008 para você! Boas Festas!

Gmail pode implantar recurso de últimas atualizações

Por em 30 de dezembro de 2007 – 3:59

Ionut Alex Chitu, blogueiro do Google Operating System, descobriu recentemente vestígios de textos no código-fonte do Gmail que revelam um novo recurso no produto: “atualizações dos seus contatos”. Segundo Ionut, a novidade do Gmail poderá ser muito parecida com as funcionalidades existentes no Picasa Web Álbuns e Orkut.

“O código descoberto no Gmail sugere que você será capaz de eliminar/esconder as atualizações você não quer compartilhar, possibilidade de responder por e-mail ou postar um comentário. Não é muito claro que tipo de atualizações você vai receber, mas provavelmente,será importantes com ações dos seus contatos em vários serviços do Google.”

Mesmo após receber duras críticas sobre a nova funcionalidade do Google Reader que supostamente violou a privacidade de diversos usuários pela internet, o Google têm demonstrado grande interesse em querer tornar seus serviços cada vez mais sociais e integrados.

Comentários (3) Categorias: Google

Lá vem uma nova bolha da internet… v1.1

Por em 29 de dezembro de 2007 – 16:23


O vídeo da “bolha da internet”, visualizado mais de 1 milhão de vezes desde que surgiu no YouTube, está de volta e em nova versão. Não deixe de assistir!

Descubra como funcionava o Google em 2000

Por em 29 de dezembro de 2007 – 1:48


Qual o mecanismo de pesquisa você usava em 2000? É muito provável que a resposta não seja o Google. Três meses antes do Google tornar-se o provedor de pesquisa padrão para o Yahoo, os resultados de pesquisa do Google eram exibidos um pouco diferente do layout atual. Google mostrava categorias relevantes do site DMOZ, os trechos dos resultados eram mais curtos, o recurso “páginas relacionadas” era chamado de GoogleScout, e o botão “estou com sorte” era adicionado a cada página de resultados de pesquisa e você podia escolher o número de resultados de pesquisa através de um menu drop-down.

Naquele momento, o Google não oferecia qualquer motor de busca especializado mas indicava uma lista de links para motores de buscas concorrentes na parte inferior da página. Naquela época o Google indexava apenas cerca de 200 milhões de páginas da web e a empresa ainda estava à procura de maneiras de ganhar dinheiro com o motor de pesquisa.

O Google ainda abriga uma página de resultados de pesquisa datada de Abril de 2000, mesmo que ligeiramente modificada, porque era uma parte de um produto-piada do Dia da Mentira chamado Mentalplex. Neste outro link é possível visualizar a página um pouco mais atualizada daquele mesmo ano.

Ainda em 2000, o Google iniciou a introdução de anúncios de texto, mas de forma muito primitiva. “O Google iniciou recentemente banners textuais em seu motor de busca, mas talvez você não tenha notado a mudança porque a maioria das pesquisas no momento não inclui um banner físico juntamente com os resultados da pesquisa”, relatou tomalak.org em Janeiro de 2000.

O tráfego do Google começou a crescer a um ritmo alarmante. “O Google encerrou 1999 com uma média de 7 milhões de buscas por dia, cerca de 70,000% de aumento em comparação as 10.000 pesquisas por dia em que foram realizadas no site do Google em Dezembro de 1998! Este crescimento explosivo reflete o número total de pesquisas feitas pelos usuários em www.google.com e através de sites parceiros corporativos. A partir de meados de Janeiro de 2000, o Google já apresentava uma média de 10 milhões de buscas por dia “, segundo relatou Sergey Brin e Larry Page no boletim informativo da empresa em 2000.

Ainda não satisfeito, o Google lançou no mesmo período um programa de afiliados na qual tentava convencer os webmasters a adicionar uma caixa de pesquisa do Google em seus sites. “Ao se inscrever no nosso programa afiliado (…) você será capaz de colocar uma caixa de pesquisa do Google no seu site e começar a receber 3 centavos para cada pesquisa que você enviar para o nosso caminho.” No final de 2000, o Google já movimentava mais de 100 milhões de consultas por dia.

2000 foi o ano em que Google demonstrou ser um mecanismo de pesquisa de sucesso, mesmo que muitas pessoas imaginassem ainda qual seria sua estratégia para a criação de receita. “A empresa é inflexível, recusa a usar banner ou outros anúncios gráficos, elimina desta forma o que é o mais lucrativo em renda entre os motores de busca. Embora o Google não tenha outras fontes de receitas, como licenciamento e base de anúncios textuais, a empresa privada permanece limitada comparativamente com os seus concorrentes “, concluiu a Business Week, em Dezembro de 2000. “Agora vem do Google o grande teste. Poderá a empresa se manter sem a criação de promoções que permitem aos sites comerciais a compra de elevado rankings nas pesquisas? Embora o Yahoo tenha começado a cortar estas promoções em massa, em visão do concorrente LookSmart. Brin diz que não está preocupado : Quando alguém pesquisar por “câncer”, que você deve indicar o site que paga você ou o site que tem a melhor informação? Brin aposta que o site com a melhor informação vai ganhar o dia.”

Traduzido do Google Operation System

Antes do Google havia o BackRub

Por em 28 de dezembro de 2007 – 16:19


Precursor do Google em 1996, o projeto BackRub consistia em um motor de pesquisa liderado por Larry Page no departamento de ciência da computação na Universidade de Stanford. BackRub poderia ter sido uma referência ao subjacente algoritmo que conta backlinks como votos, a mesma abordagem que foi depois foi transferida para o atual PageRank.

Em Agosto de 1996, de acordo com uma cópia em cache do sistema BackRub feita pelo site C63.be, o número de “HTML URLs HTML”, este “mecanismo de pesquisa da web” havia indexado 75 milhões de páginas, e mantinha 30 milhões de páginas HTML em cache. BackRub foi escrito em Java e Python com base “em várias Sun Ultras e Intel Pentiums com SO Linux.”

Mais tarde, o sistema BackRub se transformou no “Google Search Engine”, de acordo com registros gravados pelo Archive.Org em 1997.

Fonte e Pesquisa: Google Blogoscoped

AOL anuncia o fim do Netscape

Por em 28 de dezembro de 2007 – 15:45

AOL anunciou hoje que irá descontinuar o desenvolvimento do navegador Netscape em 2008. Segundo a empresa, patches de segurança continuarão a ser liberados para a versão atual do navegador, o Netscape Navigator 9 até 1 de fevereiro de 2008. Após esta data, não haverá mais suporte ativo para o navegador, ou qualquer outra versão anterior do Netscape Navigator. Isso inclui Netscape v1-v4.x, Netscape v6, v7 Netscape Suite, Netscape Browser v8, eo Netscape Navigator / Messenger 9.

“Apesar de grupos internos na AOL terem investido uma grande quantidade de tempo e energia na tentativa de reviver o Netscape Navigator, estes esforços não foram bem sucedidos em ganhar espaço no mercado do Internet Explorer da Microsoft. Recentemente, o apoio para o navegador Netscape foi limitado a poucos engenheiros com o objetivo de criar uma versão do Firefox com algumas extensões” informou o comunicado oficial.

Eu uso Netscape. O que devo fazer?
A equipe do Netscape recomenda publicamente que você faça o download Mozilla Firefox para continuar apreciando as qualidades do navegador Netscape.

Posso continuar usando o Netscape?
Em breve será possível fazer download de versões antigas do Netscape Netscape. No entanto, estes produtos não são mais suportados e não receberão mais atualizações. A recomendação da AOL neste caso é baixar o Mozilla Firefox e acrescentar o tema e as extensões do Netscape que estão disponíveis neste link:

https://addons.mozilla.org/en-US/firefox/user/56836

Será este o fim do Netscape?
A AOL promete manter o Netscape.com (http://www.netscape.com) com um portal Internet mesmo com a descontinuação do navegador em fevereiro de 2008. Por outro lado, o navegador Mozilla Firefox é a alma renovada do Netscape, o que não torna esta despedida triste para os fãs.

Você já ouviu falar em Femtocell?

Por em 28 de dezembro de 2007 – 0:22

Google Telecom Ubiquisis - logoEm tempos de gPhone, está na hora de falarmos de alta tecnologia em telecomunicações.

A tecnologia de comunicações sem fio tem evoluído a olhos vistos. Primeiro foi o celular, depois foi o Wi-Fi, seguido pelo Wi-Max e pelo celular de terceira geração (3G). Agora é a vez do Femtocell.

Você deve estar perguntando:

  • afinal, o que é Femtocell?
  • esta tecnologia vai substituir as demais?
  • e, principalmente, o que isto tem a ver com o Google?

Neste artigo, tentarei responder rapidamente a estas perguntas.

Em poucas palavras, Femtocell é uma tecnologia emergente (também conhecida por Access Point Base Station), (…) com baixos custos de implementação que permite que as ligações móveis em ambiente doméstico sejam direcionadas para redes mais amplas (como o DSL ou cabo), a partir do mesmo equipamento 3G. Em outras palavras, a tecnologia Femtocell foi concebida para unir a telefonia celular de banda larga (3G e superiores) à Internet de alta velocidade em rede fixa residencial. Para uma palavra mais técnica, indico a Wikipédia e um post assinado por Om Malik.

Esta tecnologia não busca substituir a telefonia celular 3G, Internet Wi-Fi, ou a Wi-Max. Em verdade, os dispositivos Femtocel tenderão a unir as tecnologias sem fio para a Web com a telefonia celular, criando uma convergência de banda larga, na qual, para o usuário doméstico e até o de pequenas corporações não será muito importante se ele está acessando a Internet via celular, cabo, DSL, Wi-Fi ou Wi-Max. Ele estará, sim, acessando a Web, navegando na Web e falando por telefone IP. E é isto o que, na verdade é importante para o usuário final, desde que os custos sejam módicos.

Por final, isto tem muito a ver com o Google. Isto porque, segundo Om Malik, a gigante de Mountain View está testando, em sua sede, uma rede baseada em Femtocell, na qual testa telefones celulares, que usam Android OS (Interessante, este gPhone não sai da minha cabeça!…..). Além disso, estaria investindo na Ubiquisys, fabricante de equipamentos Femtocell, e estaria discutindo a possibilidade de investir na Clearwire Corp, esta especialista em redes de banda larga para Internet.

E, somente para arrematar, não podemos nos esquecer que o Google entrará no leilão do governo norte-americano, em 24/01/2008, que venderá o espectro 700 Mhz, para telefonia e Internet 3G.

Quem sabe, não está surgindo no horizonte numa nova Internet, que seja a convergência entre redes fixas e móveis? O que você acha?