ÚLTIMOS ARTIGOS

Imagem do Dia: Google Games?

Por em 2 de fevereiro de 2008 – 20:14

 

Clique para ampliar.

Imagem retirada do Nerdson.

O Google Phone vai ter que esperar mais uma vez: Dell nega planos com o Google, por enquanto

Por em 2 de fevereiro de 2008 – 20:10

Lembra do rumor que falava de uma possível parceria entre Google e Dell para o lançamento do Google Phone? Pois é, a PC Magazine entrou em contato com Anne Camden, da Dell, e de acordo com ela eles não estarão na conferência Mobile World Congress (conhecido formalmente como 3GSM) deste ano, e eles não pretendem lançar nenhum telefone.

Se a Dell já possui ótimos PDAs, por que não utilizar o Google Android como sistema operacional deles sem as funções de telefone celular assim como é feito com o iPod Touch, da Apple, que utiliza o mesmo sistema do iPhone? Vamos esperar e ver o que acontece.

Fonte: PC Magazine

Leilão da banda de 700 Mhz: resumo da semana

Por em 2 de fevereiro de 2008 – 17:25

Google Telecom - logoA semana útil terminou nesta sexta-feira e ninguém ainda sabe quem ficará com a licença para o bloco C da banda de 700 Mhz nos EUA. A única coisa que se sabe com certeza é que esta banda será vendida, porque foi feita uma oferta superior a USD$ 4,6 bilhões, o valor mínimo estipulado pelo FCC para a concessão desta licença. Não se sabe quem ofertou, quanto ofertou, quando terminará o leilão e quando o vencedor será revelado. Isto se dá porque as regras do leilão impedem a publicação dos licitantes, antes de terminado o certame.

Outra certeza que se tem hoje e que tem sido proclamada pela maioria da imprensa norte-americana é de que a Google, mesmo que não venha a comprar a licença, já pode se considerar vencedora do leilão. Isto porque, ao se garantir que a licença será vendida, tem-se também a garantia de que a empresa vencedora terá que fornecer serviços, usando padrões abertos. E por estas regras Google lutou, contra a vontade de AT&T e Verizon.

Desde o dia 24/01/2008, a maioria da imprensa norte-americana tem dito que os únicos licitantes para este bloco são Google, Verizon e AT&T e que a Google somente entraria para forçar as demais a ofertar, não estando lá realmente para comprar a licença. Depois da oferta de USD$ 4.713.823.000, na 17ª rodada, a maioria passou a dizer que estavam no páreo apenas Google e Verizon, tendo quem chegasse a afirmar que esta oferta teria sido da própria Google e que ela seria a provável vencedora.

Posso afirmar: todos estão afirmando sem base em informações confiáveis. Afinal, as regras do leilão impedem a divulgação das informações, sob pena de desclassificação dos licitantes.

As regras são tão complexas, que a última oferta (valor mínimo de USD$ 4,713 bilhões – não se sabe qual o valor real da oferta) foi feita na 17ª rodada de ofertas. Depois dele, já ocorreram mais 9 rodadas, todas de valor mínimo superior, mas sem ofertas. Está marcada para segunda-feira a 27ª rodada. Eu não me arriscaria a dizer quantas rodadas ainda haveria, porque não conheço as regras.

Outra dúvida que ainda paira no ar é se a Google realmente teria ofertado na 17ª rodada, se a Sprint a estaria convidando para construir uma rede WiMax. Afinal, se ela deixar a Verizon ou a AT&T vencer o leilão, e se acertar com a Sprint, ganharia três vezes: a) obrigando a vencedora a usar padrões abertos em uma rede (quase certamente uma de telefonia 4G, se for de uma destas operadoras); b) não tendo que pagar uma cara licença, para ter sua própria rede sem fio (o que a deixaria independente das grandes operadoras no fornecimento de banda de Internet); e c) de não ter que mudar o foco, ao se tornar uma operadora de telefonia móvel, função que ficaria a cargo da Sprint.

Importante também é lembrar que a Microsoft também está rastreando este mercado. Não com a mesma sede da Google, mas também tem suas cartas na manga. E a oferta de compra da Yahoo!, com seus ótimos serviços para celular reforçam esta estratégia.

Pelo demonstrado, muitas são as possibilidades neste momento, mas nenhuma ainda está totalmente clara, a ponde podermos fazer qualquer afirmação.

Aguardemos os próximos lances deste complexo jogo de xadrez.

Google Brasil celebra Carnaval com Doodle especial

Por em 2 de fevereiro de 2008 – 11:10


Google Brasil está exibindo hoje um Google Doodle especial em celebração ao início do Carnaval.

“O Carnaval é um período de festas regidas pelo ano lunar que tem suas origens na Antiguidade e recuperadas pelo Cristianismo, que começava no dia de Reis (Epifania) e acabava na Quarta-feira de cinzas, às vésperas da Quaresma. O período do Carnaval era marcado pelo ‘adeus à carne’ ou ‘carne nada vale’ dando origem ao termo ‘Carnaval’”. Wikipédia

Atualização: O Yahoo! Brasil e o Orkut também estão exibindo logotipos especiais.

Comentários (3) Categorias: Google

Yahoo! analisa proposta de aquisição pela Microsoft

Por em 1 de fevereiro de 2008 – 21:04

Segundo informou Nicki Dugan, editor do blog oficial do Yahoo!, os diretores da empresa estão neste momento analisando a proposta de aquisição feita pela Microsoft.

“A Microsoft fez uma proposta não solicitada para a aquisição do Yahoo! ontem à noite. Desde então, temos obtido um grande número de perguntas sobre o que isto significa para o Yahoo!.

Neste momento o nosso conselho de administração está avaliando a proposta e verificando todas as nossas alternativas estratégicas, incluindo a manutenção do Yahoo! como uma empresa independente”.

Comentários (0) Categorias: Google

Microsyft: a Microsoft mira na Google, mas não engole mesmo é a Baidu

Por em 1 de fevereiro de 2008 – 18:31

Microsyft - Microsoft + Yahoo! logoDurante muito tempo e, principalmente, neste ano, a Microsoft e a Yahoo! vinham sistematicamente participações no mercado mundial de buscas para a Google. Não estavam confortáveis e precisavam reagir, para o bem do próprio mercado. Perdiam também mercado na China para a Baidu. Lá, apenas a Google ainda conseguia, ainda que de forma tênue, a sua participação no mercado. Naquele país, que marcha firme para se tornar o maior mercado de Internet do planeta, a Baidu é reina absoluta.
O sinal, que já estava amarelo em Redmond, ficou definitivamente vermelho, quando foram publicados os resultados da pesquisa de contagem do mercado global de buscas de dezembro de 2007, feita pela Comscore. Ela revelou que a Microsoft havia perdido o terceiro lugar mundial para a Baidu, que agora tem quase o dobro da participação de sua concorrente mais poderosa. Veja o quadro:

Colocação

Empresa

Participação no Mercado Global

Google

62,4%

Yahoo!

12,8%

Baidu

5,2%

Microsoft

2,9%

NHN

2,4%

Não tenham dúvida de que a união hoje proposta e que deverá ser aceita, segundo do The New York Times, não pode ser recusada, atacará de frente a Google. Este, entretanto, é o objetivo estratégico de longo prazo. O de curto prazo, é recuperar o terreno perdido no mercado mundial para a Baidu, que pode se considerar uma das grandes perdedoras com a criação da Microsyft, como já havíamos dito em setembro.

Gmail ganha limites para o envio de e-mails

Por em 1 de fevereiro de 2008 – 18:31

Como forma de impedir o mau uso do Gmail e ajudar a combater o spam, o Google adicionou alguns limites em relação a envio de e-mails. Segundo a empresa, ao infringir algum dos limites do Gmail, o usuário ficará temporariamente(24 horas) impedido de enviar e-mails.

As causas mais comuns que podem “travar” seu Gmail são:

  • Enviar uma mensagem para mais de 500 destinatários.
    Você pode enviar uma mesma mensagem para no máximo 500 destinatários usando a interface da web ou para 100 quando estiver utilizando o acesso POP. Os endereços de e-mail dos destinatários podem ser distribuídos nos campos Para, Cc e Bcc. Se você se comunica com o mesmo grupo de pessoas regularmente, vale a pena conferir o Grupos do Google.
  • Envio de grande número de mensagens devolvidas.
    Sugerimos que você verifique os endereços de e-mail de seus contatos. Certifique-se de que os endereços de e-mail para os quais está enviando e-mails são válidos. Também é importante que todos os destinatários desejem receber os e-mails.

Fonte: Central de Ajuda

Quais seriam as vantagens da compra do Yahoo! pela Microsoft?

Por em 1 de fevereiro de 2008 – 14:45

Olhando pelo lado bom: duas empresas como a Microsoft e o Yahoo! juntas poderia trazer benefícios. A começar pela integração de seus serviços e produtos. Yahoo! Messenger e Windows Live Messenger poderiam conversar melhor e com mais recursos habilitados; o Yahoo! poderia ter melhores softwares e serviços do Yahoo! poderiam ser integrados ao sistema operacional Windows, assim como acontece com o Windows Live, da Microsoft. O Live Search também seria melhorado, exibindo resultados do Yahoo! Search.

Outro ponto destacado pelo editor do Google Discovery, Rômulo Mendes, é que com os investimentos da Microsoft, o Yahoo! poderá melhorar ainda mais seus produtos, e quem ganhará com isso serão nós usuários. Uma possível união destas duas empresas também fará o Google agir e começar a inovar (todos devemos concordar que a gigante de MountainView está meio… "parada" ultimamente).

Extra, extra, extra: Microsoft oferece USD$ 44,6 bilhões pela Yahoo!

Por em 1 de fevereiro de 2008 – 10:23

Micrisoft + Yahoo! X Google - Logo

A CNN, baseada no DowJones, acaba de noticiar que a Microsoft ofereceu a quantia de USD$ 44,6 bilhões pelo controle acionário da Yahoo!, sendo parte em dinheiro e parte em ações. Trata-se uma tentativa de barrar o crescimento da Google nos mercados de buscas e publicidade on-line.

Steve Ballmer, Presidente da Microsoft já apresentou a carta com a proposta formal e aguarda a resposta do Conselho de Administração da Yahoo. Se a notícia já vazou para a imprensa, a decisão não demorará a ser divulgada.

Poderá ser o negócio tecnológico do ano. Nós já o havíamos previsto aqui para você, no dia 21/01/2008.

Além do mais, se realmente acontecer, o que parece, iminente, gerará maior concorrência neste setor, o que será muito melhor para o mercado publicitário e também para nós consumidores de produtos de Internet, porque impedirá a Google de se tornar, organicamente, uma empresa detentora de monopólio.

Por incrível que possa parecer, parece-me que este negócio não viria a desagradar à Google, porque teria um argumento muito forte junto à União Européia para ver aprovada a sua união com a DoubleClick.

Update:

Notícia confirmada por

TechCrunch

Google Blogoscoped

GigaOm

Search Engine Watch Blog

Search Engene Journal

The Wall Street Journal

The New York Times

The Washington Post

IDG Now

InfoOnline

Globo.com – G1

AFP

Veja

Exame

Jornal de Negócios – Portugal

Tec Sapo – PT

Gazeta Mercantil

Mapas históricos: uma ótima idéia

Por em 1 de fevereiro de 2008 – 9:34

Zorgloob.com - logoGoogle Maps Brasil - LogoO blog francês Zorgloob divulgou ontem uma grande idéia desenvolvida na França, que poderia ser copiada no Brasil. Segundo o “post”, o site Geo Garage.com fez um mash-up chamado Cassini, no qual “colou” mapas franceses antigos aos mapas atuais daquele país.

Os franceses são famosos por preservar a educação e a cultura e isto faz com que o turismo cultural e a tecnologia sejam dois dos mais importantes itens de sua pauta de exportações.

O mash-up feito na França poderia ser feito também no Brasil, principalmente agora, que comemoramos 200 anos de abertura de nossos portos às nações amigas. Afinal, a Internet serve é para isto: para divulgarmos educação e cultura. Sugiro então aos historiadores, que possuem estes mapas, fazerem o mesmo que os franceses. Afinal, a plataforma admite, não apenas a anexação dos mapas, mas também de informações em texto, fotografias, filmes etc, além de integração com o Google Earth. Imaginem só o ótimo material, que teríamos para os nossos estudantes.

Esta seria uma tarefa de custo quase zero, que poderia ser facilmente assumida pelo Ministério da Educação ou pelo Ministério da Cultura. Afinal, a Biblioteca Nacional deve ter um amplo material, que poderia ser facilmente adicionado e colocado à disposição da população. Estou certo de que, se o Governo pedir ajuda, a Google ajuda a montar o mash-up e a introduzir as informações no site.

Boas idéias devem ser copiadas.