ÚLTIMOS ARTIGOS

Super News: Bill Gates vs. Steve Jobs

Por em 27 de março de 2008 – 13:32


Imagine Bill Gates(Microsoft) e Steve Jobs(Apple) numa batalha virtual: quem será o vencedor?

Via: MeioBit

Microsoft prepara ‘Albany’ para competir com Google Docs

Por em 27 de março de 2008 – 13:24

Albany irá combinar Office, Office Live Workspaces, Windows Live OneCare, e os serviços da suíte Windows Live como um pacote de produtividade e hospedagem de aplicações.

As fontes, que pediram para não ser citadas, disseram que a Microsoft está selecionando beta-testers para o Projeto Albany, e obrigando-os a assinar um acordo de confidencialidade para participar do teste. O principal enfoque da primeira versão beta é testar o instalador unificado para o pacote, afirmaram.

Via: InfoWorld

Samsung quer concorrer com Android e iPhone

Por em 27 de março de 2008 – 13:10


A nova interface TouchWiz da Samsung deve promover uma ótima concorrência com Google Android e Apple iPhone. Assista e confira! :)

YouTube Insight: Estatísticas de seus vídeos

Por em 27 de março de 2008 – 13:01


YouTube liberou hoje uma nova ferramenta chamada YouTube Insight que permite aos usuários visualizar “estatísticas detalhadas” de seus vídeos.

De acordo com o blog oficial do Google Blog, você encontra a ferramenta ao clicar no botão “Sobre este vídeo” dentro de Meus Vídeos. As estatísticas permitem analisar o número de visitas por dia, além de possibilitar o filtro destas informações por regiões.

Inicialmente as informações são bem simples, mas apresenta um grande passo inicial do YouTube no sentido de disponibilizar informações sobre acesso aos vídeos.

Google pretende adicionar tradutor ao Gmail

Por em 27 de março de 2008 – 12:40

nullComputerWorld informa que o Google pretende integrar no futuro um serviço de traduções ao Gmail e Google Talk. Existem atualmente bots que auxiliam na tradução de conversações mas a empresa deve disponibilizar um novo e melhorado recurso. A tradução poderá apresentar incoerência, mas permitirá entender a idéia principal do recado.

“O que você precisa para uma tradução automática em tempo real são grandes quantidades computacionais, e grandes quantidades de dados. Imagine um sistema que pode fazer uma tradução on-the-fly em e-mails, Documentos e Messenger. Isso é uma característica que você pode visualizar no horizonte “, afirmou Matt Glotzbach do Google.

Via: Google Operating System

Google Telecom poderá vir de WiMax

Por em 26 de março de 2008 – 22:36

Nesta segunda-feira, falamos para você que a Google não havia desistido de ter sua rede própria, o que, se ela conseguisse, lhe daria uma enorme vantagem competitiva sobre os demais buscadores e uma grande independência perante os fornecedores de telecomunicações. Falamos também que ela está tentando fazer com que o FCC libere os espaços em branco da operação televisiva para uso de Internet.
O que não contamos para você foi que desde janeiro circula o boato de que ela poderia fazer uma rede WiMax juntamente com a Sprint (lembram-se, a mesma Sprint, da qual falaram que seria alvo de aquisição pela Google?) e que tudo dependeria do resultado do leilão da banda de 700 Mhz. Pois hoje foi noticiado que Google, Sprint, Comcast, Intel, Time Warner Cabel, Bright House Networks e Clearwire estão conversando seriamente no sentido formarem uma empresa, para explorar uma rede nacional de WiMax nos EUA. Esta rede seria apta a interligar computadores, celulares, televisores e PDA’s. O investimento total seria da ordem de USD$ 3 bilhões a USD$ 4 bilhões.
Vejo aqui várias vantagens para a Google, caso o negócio se concretize:

  1. a tecnologia WiMax é mais madura que a de aproveitamento de espaços em branco;
  2. a Sprint já possui a concessão para explorar o serviço;
  3. a Sprint é operadora de celulares e se ocuparia desta parte do negócio, do qual conhece bem (não se esqueça do Android/GPhone);
  4. a Google formaria teria à sua disposição uma robusta rede, que serviria tanto para seu uso próprio (a Google é talvez a maior consumidora de banda do mundo), como para fornecimento de Internet móvel a terceiros (talvez, até gratuitamente);
  5. a Comcast, a Time Warner Cable e a Bright House são provedoras de TV por assinatura, Internet e telefonia, o que nos levaria a acreditar que a esperada Google TV poderia surgir aí, como um serviço provido a partir do YouTube, passando pela rede WiMax e terminando nas provedoras de TV a cabo;
  6. a Intel forneceria a tecnologia;
  7. a Clearwire, por sua vez, é fornecedora da tecnologia femtocell, da qual já falamos para você, e que poderá ser um componente importante nesta engenharia.

Ainda não está nada decidido, mas está cada vez mais claro que a Google propositalmente deixou a Verizon e a AT&T ganharem o leilão da banda de 700 Mhz, porque já estava de olho em uma outra forma de construir a sua Google Telecom.
Ah! Já ia me esquecendo: a ANATEL ainda não licitou as concessões para a exploração de WiMax no Brasil.

Comentários (3) Categorias: Google

Vídeo: Windows Vista nos olhos da Apple

Por em 26 de março de 2008 – 12:00

Veja o vídeo com a análise do Windows Vista por Bertrand Serlet, vice-presidente da Apple, publicado no YouTube. Há um toque de humor e verdades ironia bem grande.

Yahoo: Microsoft aumentará a oferta

Por em 25 de março de 2008 – 23:55

MicrohooA Microsoft parece mesmo decidida a arrematar a Yahoo!. Segundo o DowJones, nos próximos dias a gigante do software ofertará algo em torno de USD$ 48,9 bilhões, o que representará um aumento da ordem de USD$ 4,6 bilhões. A primeira proposta foi de USD$ 31 por ação. A próxima deverá ser de USD$ 34 por ação.
Será que a Yahoo! resistirá desta vez?
A adesão dela ao OpenSocial me pareceu uma forma de se insurgir contra a oferta hostil.
A Yahoo! viu seu valor de mercado fechar hoje em USD$ 34,42 bilhões, ou seja, USD$ 14,48 bilhões menos que a proposta, que deverá ser feita.

Fonte: CNNMoney com DowJones

Leitura complementar:
Por que a Google não pode adquirir a Yahoo? Por que a Microsoft precisa adquirir a Yahoo?

Google Docs ganha Barra de Menus

Por em 25 de março de 2008 – 22:34

Com o objetivo de assimilar-se cada vez mais com os softwares, o Google Docs ganhou hoje uma Barra de Menus. Não podemos deixar de compará-la, é claro, com o antigo Office da Microsoft.

A nova Barra de Menus está presente, por enquanto, somente no editor de textos. Possui os menus Arquivo, Editar, Inserir, Formato, Ferramentas e Tabela.

Um novo formato de botão Share (não traduzido no Google Docs em Português) também está presente no topo superior direito do serviço.

Agradecimentos ao giovanealex pela dica!

Comentários (2) Categorias: Google

Google investe em site chinês

Por em 25 de março de 2008 – 22:06

Comsenz logoA Google investiu USD$ 1 milhão em uma fornecedora de redes sociais e serviços de Internet tais como blogs, mensagens on-line etc chamada Comsenz, que tem sede em Pequim, na China e é uma empresa iniciante.
Desde de julho já corria o boato sobre este investimento, mas a confirmação pública somente se deu hoje.
Podemos esperar muitos outros investimentos da Google em empresas de Internet neste ano de 2008 e também em 2009, porque os três grandes buscadores (Google, Microsoft e Yahoo!) precisam crescer naquele que deverá se tornar em poucos anos o maior mercado publicitário de Internet do planeta e que ainda é dominado pela Baidu. Eu, particularmente, não me espantaria se a Google comprasse a Alibaba. Advirto, entretanto, que isto somente será possível se a Microsoft conseguir comprar a Yahoo! e o pessoal da Alibaba não gostar da operação.
Aguardemos, pois, os próximos lances deste jogo de xadrez bilionário.

Fontes:
Market Watch
Paid Content

Leitura complementar:
As dificuldades dos grandes buscadores no mercado chinês