Blog Página 648

Conheça e navegue pelo novo iGoogle agora mesmo!

8

Como já adiantamos para você, o serviço iGoogle deixará em breve de ser apenas uma página personalizada e integrará de forma extraordinária todos os produtos do Google para que você possa ter acesso de forma fácil, sem a necessidade de deixa-los abertos em abas no navegador.

Entre os primeiros produtos integrados estão o Gmail, Google Reader e Google Talk. Enquanto o Gmail e Reader podem ser abertos em tela cheia, o iGoogle permite que você possa conversar com seus amigos no Gtalk através das famosas janelas online existentes no Gmail.

Quer testar o novo iGoogle agora mesmo? Acesse seu iGoogle e espere carregar. Assim que carregado, digite o seguinte comando javascript:_dlsetp('v2=1'); na barra de endereços de seu navegador.

Pronto, agora é só curtir! =)

Bug: Descubra se um contato do Google Talk está ou não invisível

3

Rahul Bansal, blogueiro do Devils Work Shop, descobriu um interessante truque que desvenda se um contato do Google Talk está ou não invisível. Esta falha ocorre devido a integração de funcionalidades no produto, o que permite explorar o erro. Veja como descobrir:

Preparação:
Clique no contato desejado, ao abrir a janela de comunicação, selecione a opção para desativar o modo de histórico de chat(isso com o usuário online). Como esta opção apenas funciona com o usuário online, é preciso realizar esta ação de forma adiantada.

Contato está offline. Será mesmo?
Dentro do Gmail, passe o mouse por cima do contato e deixe a pop-up aparecer. Feito isto, clique em chat e tente enviar uma mensagem para o contato.

Hora da descoberta:

  • Se ele estiver invisível, ele receberá o chat.
  • Mas se ele estiver offline, você receberá uma mensagem de erro.

Google Colômbia celebra Dia da Independência

0

Google está celebrando hoje o Dia da Independência da Colômbia com um doodle especial.

“Com as crises institucionais na Espanha, por volta de 1808, começaram movimentos pela libertação das colônias espanholas nas Américas. Em 20 de Julho de 1810, acontece a primeira tentativa de proclamação da independência. Uma longa guerra pela independência liderada principalmente por Simón Bolívar e Francisco de Paula Santander, terminou em 7 de Agosto de 1819, após a Batalha de Boyaca. Neste ano, o Congresso de Angostura, fundou a República da Grã-Colômbia”. Wikipédia

Universidade de Coimbra adere à pesquisa de livros

1

A Universidade de Coimbra, a mais tradicional de Portugal firmou dia 10/07/2008 um acordo com o serviço de pesquisa de livros da Google, que permitirá digitalizar 600 livros de seu acervo. Trata-se da primeira instituição portuguesa a fazer isso e, aparentemente, a primeira do nosso idioma. Esta notícia é ainda mais importante se considerarmos que o acervo da Universidade de Coimbra é da ordem de 1.500.000 de obras, sendo muitas consideradas raras. Na mesma data, a Editora Leya, também de Portugal, firmou acordo com a Google, para disponibilizar seus livros na biblioteca virtual.
Falta agora termos uma biblioteca brasileira no acervo da Google.
Quem se habilita?

Yahoo! é contra Carl Icahn, e faz votação à respeito do assunto

7

nullSendo exibida aos visitantes no rodapé da página inicial do portal, o Yahoo! quer o apoio dos acionistas para impedir que o investidor Carl Icahn assuma o controle da empresa. De acordo com a mensagem divulgada, Icahn não seria “a resposta certa para o Yahoo!”, e teria como único plano a venda da empresa à Microsoft e nenhuma estratégia que realmente faça sentido à eles. Inclusive Carl estaria planejando a venda de “valiosas pesquisas de negócios do Yahoo!” à gigante de Redmond.

Nesta histórica votação, que decidirá o futuro da companhia, os acionistas irão eleger o futuro conselho do Yahoo! que determinará a estratégia a ser tomada. Para convencer os acionistas de que realmente Icahn não é a melhor opção, foram publicadas informações à respeito da valorização de empresas em que o empresário está ou estava envolvido. Bem vermelhinho, não acham?

É difícil entender essas empresas de tecnologia.” – Carl Icahn.

As imensas potencialidades da tecnologia de reconhecimento de fala do YouTube

0

No último dia 15, o Renê nos contou da tecnologia de reconhecimento de fala e transformação de discurso em texto, que está sendo adicionado no YouTube. Ainda restrito a poucos vídeos da campanha presidencial norte-americana, o novo sistema parece estar apto a captar o discurso contínuo e transformá-lo em texto escrito, de forma a permitir a que todos tenham conhecimento do conteúdo da fala contínua.

O comunicado oficial da Google destinado a lançar o produto não afirmou categoricamente que se tratava de uma ferramenta totalmente automatizada, mas dava pistas neste sentido. Isto, quando dizia que alguns trechos da transcrição poderiam não ser 100% precisos e que o reconhecimento de fala é um problema difícil e ainda não totalmente resolvido. Ademais, não poderia ser diferente, porque a quantidade de vídeos colocados no YouTube inviabiliza a indexação manual. Afinal, segundo a Procuradoria Geral da República, a cada minuto, 13 horas de vídeo são adicionadas ao YouTube.

Os blogs Digital Inspiration e GoogleWatchBlog (Alemão) publicaram artigos interessantes sobre a nova tecnologia e acreditam que, em breve, todo o conteúdo do YouTube estará indexado no novo sistema.
Já há muito eu pensava em escrever sobre a tecnologia de reconhecimento de fala, ou speech recognition, mas, por total falta de tempo, não o fiz. Achei que não mais podia adiar este propósito. Sem dúvida era esta a grande tecnologia, que faltava ao YouTube. Sinceramente, eu não sabia que a Google estava a fazer uma ferramenta própria e torcia para que ela adquirisse o site Blinkx, que também tem um sistema de reconhecimento de fala e de quem se chegou a falar que estava na mira da Google para aquisição. Acontece, que parece que a ferramenta da Google é ainda superior, porque, além de reconhecer fala, a transforma em texto. Tanto é assim, que a Blinkx já anunciou que vai fazer o mesmo, o que a recoloca na rota de aquisição da News Corp. (My Space), agora acompanhada da Microsoft.

A verdade é que esta tecnologia de reconhecimento de fala é uma das mais maiores barreiras de interface da história da tecnologia da informação e quem a dominar, poderá dominar os futuros navegadores, sistemas operacionais e aplicativos de produtividade do futuro. Mas isso ainda vai demorar um pouco.
A lider deste mercado é a Nuance Comunications, com o Dagon. A IBM havia entrado neste mercado, com o ViaVoice, mas depois desistiu do produto, vendendo-o para a Nuance. O ViaVoice tinha versão em Português, mas hoje, não mais. A Microsoft também está neste mercado, tendo adquirido, há muitos anos atrás uma empresa de software européia, cujo nome não consegui relembrar. Comprou também em 2007 a TellMe. Nos EUA, o Windows e outros produtos MS têm comandos por voz e os sistemas Nuance/Dragon possuem integração com os da Microsoft.

Pelo demonstrado, esta é uma grande tecnologia, que ainda precisa ser aprimorada e levada a uma plataforma multi-lingual.

Mas retornemos à tecnologia do YouTube propriamente dita. Quais são as possibilidades dela em um futuro próximo e também a médio prazo? São muitas e procurarei discorrer sobre elas, sem a pretensão de ser exaustivo:

  • reconhecimento da fala e transformação da fala corrente em texto em todos os vídeos alocados no YouTube e no Google Video, além dos captados na ferramenta de busca de vídeos de sites externos, independentemente do idioma falado;
  • possibilidade de permitir ao usuário traduzir a fala transformada em texto de um idioma para outro de forma automática, de forma a derrubar todas as barreiras de linguagem;
  • possibilidade de incluir no YouTube ou em outro site Google a captação de televisão, rádio, filmes e podcasts on-line, transformação da fala em texto e tradução simultênea;
  • colocação de publicidade em larga escala, a partir do contexto de vídeos, TV, rádio, filmes e podcasts;
  • ampliação das funcionalidades do GMail e do GTalk, para fornecimento de e-mails, mensagens instantantâneas, telefone IP e videoconferência de som e vídeo, com reconhecimento de fala e transformação de fala em texto e até tradução simultânea (porque agora se tornariam comercialmente viáveis, visto que o contexto poderia ser explorado para efeito de emissão de publicidade);
  • aplicação de reconhecimento de fala em telefonia celular, para efeito de fornecimento de publicidade on-line, inclusive com tradução simultânea, talvez até com a possibilidade de permitir o subsídio do próprio aparelho e do uso dos serviços de telefonia;
  • comandos de voz em sistemas operacionais para computadores e aparelhos celulares;
  • reconhecimento de fala e transformação de fala corrente em texto para sistemas de CRM (lembram-se da Salesforce?); e
  • reconhecimento de fala e transformação de fala corrente em texto em aplicativos de produtividade.

Dentre todos estas funcionalidades, os que considero mais importantes, são a que trará reconhecimento de voz aos vídeos do YouTube, porque permitirá a monetização definitiva do site e o reconhecimento de fala e transformação de fala corrente em texto em aplicativos de produtividade, porque, se evoluída a tecnologia a tal ponto, permitirá a criação do editor de textos definitivo, não exigirá mais a digitação. Este último, acredito, demorará ainda alguns anos, mas deve estar nos planos da Google, assim como está também nos planos da Microsoft.

Acesse os serviços do Google diretamente da tela inicial do iPhone

7

Google anunciou que otimizou sua página de buscas tornando as pesquisas ainda mais rápidas no iPhone, não somente nas redes 3G ou Wi-Fi mas apresentando uma melhora perceptível também no EDGE.

“Nós otimizamos a página para buscas rápidas, enquanto proporciona um acesso fácil a outros aplicativos do Google, incluindo o Gmail, Agenda, Reader, e muitos outros. Também houve uma melhora na interface dos resultados de pesquisa a visualização mais completa”.

Ainda segundo o Google, quando você clica em um resultado de pesquisa, a página de destino agora abre na mesma janela do navegador que você realizou a pesquisa. Isto significa que você pode regressar de imediato aos resultados de pesquisa da página inicial do Google pressionando o botão Voltar do navegador.

Outra super novidade é a possibilidade de acessar qualquer uma das abas de aplicações diretamente da tela inicial de seu iPhone. O Google criou ícones modernos e chamativos para todas as aplicações que devem agradar com sucesso os usuários.

Para adicionar ao seu iPhone, acesse www.google.com diretamente no navegador Safari e escolha a aplicação desejada, clique no botão “+” e selecione a opção “Adicionar à tela inicial.”Os ícones serão exibidos automaticamente na tela inicial iPhone o que permitirá rodar uma aplicação com apenas um toque de seu dedo.

A nova versão do Google.com funciona no iPhone 3G, bem como no original iPhone e iPod.

A Vivo também trará iPhone

2

iPhone 3G

Em 16/03/2008, eu pedi aqui para a Vivo reservar o meu iPhone 3G. Hoje, eu consegui fazê-lo na própria página da Vivo. Agora é certo: além da Claro, a Vivo também venderá iPhone 3G no Brasil.

A própria Apple Brasil confirma esta notícia.

Google Brasil anuncia entrada no mercado de tecnologia empresarial

3

O Google anunciou hoje uma estratégia para elevar a presença da unidade Enterprise no Brasil. Segundo a empresa, foram fechados três acordos comerciais com distribuidores e revendas com competência reconhecida no mercado nacional.

A estratégia do Google Brasil apresenta três frentes:

“O Apps, pacote online de ferramentas de escritório e de colaboração, que começa a ser oferecido no país em parceria com a Spread; o Search Appliance e o Mini, dispositivos que fazem buscas dentro das redes  corporativas, distribuídos pela Westcon; e Apontador Maplink, que fornece versão profissional do Maps e Earth”.

Segundo Clifton Ashley, diretor da unidade Google Enterprise para a América Latina, “o mercado de tecnologia empresarial representa uma grande oportunidade para o Google, na medida em que a empresa está passando por uma transição de modelos de infra-estrutura tecnológica”.

Fonte: Google Brasil

Google estaria comprando Begun. Começa a guerra pelo mercado Russo

0

ZAO BEGAN LOGOEm 29/06/2008 eu perguntava: quem ficará com a Yandex ? Estava prevendo uma breve guerra pelo mercado russo de pesquisas na Internet. Naquele momento, as notícias que tínhamos à disposição, davam conta de que a guerra seria iniciada com o IPO da Yandex. Parece que a Google não quis, porque, segundo o TechCrunch, estaria comprando a empresa de publicidade contextual ZAO Begun, que seria ligada à Rambler Media, ambas concorrentes da Yandex, apesar de serem empresa inglesas.  Ainda segundo o TechCrunch, a Rambler, um importante buscador russo, mas bem menor que a Yandex, comprará a parte que não possui da ZAO Begon e a venderá toda à  por Google £ 140 milhões.

Além disso, a Rambler passará a usar os serviços Google AdSense. Será que a Google está caminhando para comprar a Rambler?

Não duvide. Afinal, com a Microsof brigando para comprar a Yahoo!, ela terá que ir às compras e o valor de mercado da Rambler é pequeno, se comparado com o da Yandex.

UPDATE: Confirmada a compra da Begun por USD$ 140 milhões e não £ 140 milhões, como eu havia dito anteriormente.

Veja os comunicados nos sites da Begun, da Rambler e da Google. Os dois primeiros estão em Russo. No entanto, se você colocar no tradutor Russo – Português, conseguirá um entender bem. Experimente.

Destaques

Google vai punir sites mobile com popups difíceis de fechar

O Google anunciou que vai a punir os sites que mostram popups intrusivos e difíceis de fechar quando o usuário abre uma página móvel. De acordo...

O que já sabemos do Google Allo?

Social

29,136FãsCurtir
32,780SeguidoresSeguir
35,343SeguidoresSeguir
377InscritosInscrever