Blog Página 647

Google defende Lively de salas pornográficas

2

Segundo informações da CNET, a empresa Google começou a combater as salas pornográficas que surgiram recentemente no novo produto Lively.

Com um funcionamento um pouco diferente do Second Life, o Lively permite que usuários adicionem vídeos no interior das salas para exibição aos participantes do mundo 3D.

“Recebemos reclamações sobre salas com conteúdo voltado a sexo, e nós levamos a sério essas denúncias”, afirmou o Google na lista de discussão do produto. “Nossa comunidade possui normas que proíbem imagens de conteúdo sexual explícito e salas destinadas à atividade sexual, mesmo que virtual. Assim que tivemos conhecimento deste conteúdo, que violam os Termos de Uso do Serviço, trabalhamos para removê-las.”

Segundo o Google, os usuários que violarem os termos de uso podem ser banidos e conseqüentemente suas contas desativadas.

Google inicia experimento que permite editar resultados de buscas

0

No ano passado, o Google havia iniciado alguns testes que permitiam ao usuário ocultar resultados de pesquisa e mover alguns resultados na parte superior da página. Agora, o Google lançou uma nova experiência de usabilidade que permite ao utilizador adicionar um comentário sobre os resultados da pesquisa e visualizar todas as edições já realizadas.

De acordo com o FAQ da nova funcionalidade, “os comentários e as páginas web que você adicionar, promover, ou eliminar, juntamente com o nome de usuário da conta que você estiver conectado, podem ser visualizados por outros usuários do Google.” O Google ainda menciona que esta novidade é “uma característica experimental oferecida de forma aleatória aos usuários e poderá estar disponível apenas algumas semanas”.

Google explica que esta experiência visa testar se “ao colocar o controle dos resultados da pesquisa nas mãos de seus usuários pode melhorar a experiência do produto”. Atualmente o Google personaliza a lista de resultados de pesquisa usando informações a partir do histórico de pesquisa do usuário, mas essa nova experiência permite que você crie sua própria lista de resultados e possa compartilhar com o mundo.

Fonte: Google Operating System | Imagem: Quasarkitten

Tecnologia de reconhecimento de fala no YouTube permite buscas por conteúdo falado

8

O Google adicionou hoje ao YouTube uma tecnologia de reconhecimento de fala que permite aos usuários buscar pelo conteúdo falado dentro dos vídeos. Você pode não ter a idéia neste momento mas esta tecnologia desenvolvida pelo Google é fantástica e pode quebrar diversas barreiras no futuro,

Para testar o reconhecimento de fala no YouTube, adicione este gadget em página do iGoogle. A pesquisa está atualmente limitada para apenas de vídeos políticos, mas é uma ótima apresentação do que ainda está para chegar ao sistema de pesquisa do Google.

Se o termo pesquisado é encontrado em algum vídeo do YouTube, as posições no vídeo são indicados com marcadores em amarelo – ao passar o mouse por cima, é possível ler os textos como uma legenda(veja na imagem acima).

Assim como a busca do Blinkx, o Google utiliza sua própria tecnologia de reconhecimento de fala para ouvir o áudio do vídeo e transcrever o discurso em texto. Segundo o Google, sua tecnologia consegue transcrever textos de novos vídeos em poucas horas após enviado o vídeo para o YouTube. Imagine esta tecnologia sendo usada para reconhecimento de fala em programas de TV, vídeo clipes, notícias vídeos, video podcasts, etc.

Tecnologia desenvolvida pelo GOOG 411

Em dezembro de 2007, Marissa Mayer, Vice-presidente de Produtos de Pesquisa e Experiência do Usuário, explicou nem todos os produtos do Google são construídos para um único objetivo.

Na época, Mayer explicou que o produto GOOG 411, um serviço de telefonia do Google, tinha como objetivo final construir um software de reconhecimento de voz que pudesse ser utilizado para diversos tipos de coisas, incluindo “busca de vídeo”.

Parece que o futuro chegou! =)

Com informações do blog Digital Inspiration.

Google e Viacom entram em acordo para preservar a privacidade dos usuários do YouTube

0

Google anunciou ontem, através do blog do YouTube, que conseguiu fechar um acordo com a Viacom que protege a privacidade de seus usuários.

Com o acordo, o Google poderá ocultar a identidade dos visitantes do YouTube e assim cumprir a ordem judicial que ordena a entrega de dados sobre os visitantes à Viacom.

A empresa também informa que conseguiu reverter uma ordem que permitia a Viacom acesso aos vídeos privados dos usuários, a tecnologia de pesquisa e identificação de vídeos.

Como parte de uma ação de direitos autorais, a Viacom está processando o Google em $1 bilhão doláres devido a presença de vídeos pirateados no serviço.

Resultados do Google Code Search integrados ao Google Search

1

Apesar do blog TechCrunch reportar apenas hoje, já faz algum tempo(desde o último mês de março) que é possível visualizar resultados do Google Code Search de forma integrada no Google Search, permitindo que programadores possam localizar mais facilmente trechos de códigos em casos de buscas mais específicas.

Lançado em Outubro de 2005, o produto Google Code Search é uma ferramenta usada por programadores e interessados que necessitam encontrar pedaços de códigos. Para isso, Code Search indexa e analisa o código fonte na web e fornece aos usuários uma pesquisa simples, flexível e um repositório de interface.

Google Search começa a exibir perfis do Orkut

5

Ao realizar uma busca no Google Search, agora é possível encontrar seus amigos do Orkut e descobrir ligações que você não tinha conhecimento. Mas para isso funcionar, você precisa estar obrigatoriamente logado em sua conta do Orkut e acessar o normalmente Google.com.br.

Utilizando o sistema Universal Search, o Google Search é capaz de varrer de forma automática diversas ferramentas de buscas do Google ao mesmo tempo, permitindo aos usuários um alcançe maior e resultados altamente relevantes.

Novo Jaiku poderá enfrentar Twitter e FriendFeed

5

Segundo informações do blog TechCrunch UK, o Google pode estar desenvolvendo de forma silenciosa uma nova versão do Jaiku que poderá combater o crescimento do rival Twitter, e ao mesmo tempo, permitir a integração de diversos produtos da empresa.

Jaiku, serviço de micro-blogging adquirido no ano passado pelo Google, tem apresentado atualmente um crescimento tão lento que algumas pessoas até pensam na hipótese do produto ter sido “esquecido” pela empresa. Mas esta paralisação pode ter um significado monstruoso, tanto para seu desenvolvimento e integração com outros produtos.

Uma das dicas que algo grande pode estar nascendo foi a divulgação que o produto estava sendo migrado para a plataforma Google App Engine, que favorece um escalonamento amplo e quase “ilimitado”. Outra informação interessante ocorreu no último mês de maio quando um dos desenvolvedores da rede social informou que novidades estavam a caminho, indicando que o ambiente de desenvolvimento continua ativo.

Segundo informações colhidas pelo blog, o Jaiku pode renascer dentro do Google como um produto que enfrentará não só o Twitter como o FriendFeed de uma única vez. Além de trazer conversações em tópicos, os usuários poderão trocar mensagens públicas e privadas; e grupos.

O novo produto do Google, que pode vir a ser chamado de “Friend Finder”(Descobridor de Amigos?), será um mashup entre o Gmail e o Jaiku, e permitirá aos usuários dizer sua localização e status para seus contatos. Jaiku já possui atualmente uma aplicação para Nokia S60 que permite visualizar onde estão outros usuários. Além disso, possui um serviço de SMS na Europa. Adicionando um gateway SMS para outros, isso traria poder à frente entre os países europeus obcecada por SMS.

Radiohead exibe vídeo-clipe 3D em parceria com o Google

1

Radiohead se uniu a equipe do Google para exibir seu vídeo-clipe “House of Cards” que utiliza de forma complexa uma gama de dados 3D.

O Google também oferece aos usuários um aplicativo interativo que permite a visualização destes dados (pode demorar algum tempo para carregar, mas após carregado, você pode executar o vídeo e utlizar o recurso de aproximação, tudo ao mesmo tempo), além de Making Of e a possibilidade de download dos dados como arquivo “.csv”.

Fonte: Blogoscoped

Google Trends enfrenta suástica e palavra ofensiva

6

Na semana passada, uma suástica apareceu no Google Trends como um dos termos mais buscados levantando a polêmica se o símbolo é ou não ofensivo. O Google, por sua vez, removeu o símbolo e informou que a lista das palavras mais buscadas é gerado automaticamente por máquinas e algoritmos que detectam os termos mais destacados.

Neste caso, parece que um código html foi lançado na Internet através de uma lista de discussão para gerar consultas, o que levou a muitas pessoas a pesquisar sobre o símbolo. O Google Trends por sua vez refletiu o aumento súbito de pessoas procurando com esse termo de pesquisa.

Hoje, aconteceu novamente mas desta vez uma declaração ofensiva ao Google, o termo “ǝlƃooƃ noʎ ʞɔnɟ”(“Fuck you Google” invertido) apareceu no topo do produto Trends e foi removido em pouco tempo pela empresa. Devido ao truque de inverter o texto, o termo conseguiu ultrapassar os filtros de spam do Google.

Fonte: TechCrunch | Imagem: Google Blogoscoped

FeedMySearch transforma os resultados do Google Search em RSS Feeds

2

Agora você pode transformar suas pesquisas no Google em RSS Feeds e acompanhar suas atualizações através de aplicações web como Google Reader e relacionados. Embora o Google Alerts ofereça um recurso semelhante, a quantidade de termos a ser acompanhando pode transforma-lo num “spam voluntário”.

Com o objetivo de minimizar este efeito, o serviço FeedMySearch disponibiliza de forma fácil endereços de RSS Feeds customizados com os termos que você deseja acompanhar. Acompanhe as atualizações e a indexação de seu site/blog de forma simples e ganhe tempo para outras atividades.

Via: LifeHacker

Destaques

Giro de Notícias #1: As melhores notícias da semana

Desta vez estou trazendo o "Giro de Notícias" do Snapchat para o YouTube. Toda semana - entre sexta ou sábado - teremos um novo...

Social

29,101FãsCurtir
32,780SeguidoresSeguir
35,194SeguidoresSeguir