Blog Página 5

Os efeitos do 11 de setembro no Google

0

Na tentativa de conseguir ajudar os usuários que buscavam por informações relacionadas aos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, o Google precisou alterar sua página inicial para incluir links diretos aos principais sites de notícias.

google-news-2001

De acordo com o buscador, as pesquisas naquele dia apresentaram um volume de consultas atípico: eram 60 vezes maior do que o número de pesquisas relacionados com notícias realizados no dia anterior.

“Mais de 80 por cento das 500 maiores consultas realizadas (…) foram relacionados aos ataques terroristas”, divulgou a empresa em um relatório sobre o 11 de setembro.

cnn-buscas

Para se ter uma ideia desse impacto nas operações do Google, no período das 6h26 às 7h06, o número de pesquisas com o termo “CNN” alcançou a marca de 6.000 consultas por minuto – tirando completamente o site do canal de notícias do ar.

pesquisas-11-setembro

Com a internet entrando em colapso, o Google montou um pequeno projeto de notícias ao incluir links para os principais sites de notícias em sua página inicial. Era, então, a primeira vez que a empresa dispensava seu mecanismo de pesquisa como fonte de informações.

google-alerta-resultados

Seis horas após os primeiros ataques, o Google incluiu um aviso nos resultados de pesquisa para direcionava os usuários para uma página especial chamada “Current Events” que compilava vários serviços de notícias e cache de artigos.

As 10 pesquisas mais populares
durante os ataques terroristas:
1. cnn
2. world trade center
3. bbc
4. pentagon
5. msnbc
6. osama bin laden
7. nostradamus
8. american airlines
9. fbi
10. barbara olson

Os efeitos após os ataques de 11 de setembro

Krishna Bharat, principal cientista do Google naquele momento, percebeu que poderia criar uma ferramenta que reuniria histórias relacionadas, para que os usuários pudessem encontrar diferentes perspectivas sobre a mesma assunto.

“Não muito tempo depois dos acontecimentos trágicos de 11 de setembro de 2001, começamos a construção e teste do Google News com o objetivo de ajudar a encontrar os eventos atuais de uma ampla variedade de perspectivas globais e políticas”, disse um porta-voz em 2008.

“Em 22 de setembro de 2002, o Google News foi estendido a todos os leitores de língua inglesa, com um guia notícias dedicado no Google.com. Ao longo dos anos nós fizemos milhares de mudanças para entregar mais notícias para mais usuários com rapidez e personalização”.

Atualmente o Google News conta com mais de 50.000 fontes de notícias de todo o mundo e as manchetes são inteiramente definidas por algoritmos computacionais, baseados em fatores como frequência e fonte das histórias para identificar sua relevância para o público.

Inteligência artificial do Google desenvolve síntese de voz humana

0

Cientistas do Google DeepMind estão desenvolvendo uma síntese de voz, um processo que permite a produção artificial de voz humana, por meio do uso da tecnologia de inteligência artificial.

Enquanto as máquinas hoje conseguem escutar a voz humana de uma forma avançada, as respostas fornecidas pelo Google e outras empresas ainda apresentam falhas perceptíveis que podem ser notadas como “robóticas”.

Atualmente a “voz” das máquinas se baseia em fragmentos de dados que combinadas são capazes de formar palavras. Entretanto, essa união pode apresentar sonoridades desiguais e inflexões estranhas.

DeepMind
Cada ponto é uma amostra analisada separadamente; o agregado é a forma de onda digital.

Para corrigir esse problema, a DeepMind pretende simular o som de 16.000 amostras por segundo com um nível profundo de análise capaz de construir o som a partir de zero.

A abordagem da WaveNet significa que o Google poderia gerar qualquer tipo de fala ou até mesmo música. Você pode ouvir abaixo da qualidade desta nova síntese de voz:

Alphabet testa entrega de burritos por drones

0

De acordo com a Bloomberg, Alphabet começou um teste experimental que irá entregar burritos por meio de drones os para estudantes da universidade de Blacksburg, na Virginia (EUA).

“É a primeira vez que vamos entregar materiais para as pessoas que querem essas coisas”, disse Dave Vos, responsável pelo desenvolvimento do Project Wing.

Para poder realizar a ação, o Google obteve uma aprovação do Federal Aviation Administration (FAA) e deve começar em breve a entregar outros tipos de produtos.

Project Wing utiliza uma frota de drones capazes de pairar no ar enquanto um sistema de guincho libera o produto em sua parte inferior.

Nos testes, a Alphabet pretende verificar se a embalagem protege a comida e a mantém quente até chegar aos consumidores.

Chrome vai exibir sites HTTP como “não seguros”

5

A equipe de segurança do Chrome anunciou que, a partir de janeiro de 2017, o navegador irá emitir um alerta sempre que os usuários acessarem sites com conexões inseguras HTTP para transmitir senhas e cartões de crédito.

chrome-nao-seguro-2

O alerta será exibido na barra de endereços e irá chamar a atenção dos usuários para a possibilidade de que suas informações pessoais podem ser interceptadas ou roubadas durante a navegação.

O Google também espera adicionar o alerta de segurança no modo anônimo do Chrome e, no futuro, alertar para a questão em todas as páginas inseguras HTTP – independente do conteúdo.

chrome-nao-seguro

Niantic Labs anuncia acessório físico Pokémon GO Plus

0

A Niantic Labs, empresa que desenvolve o jogo Pokémon GO, anunciou que vai lançar um acessório físico que promete ajudar os jogadores a capturarem Pokémons mesmo com o celular guardado no bolso.

“Pokémon GO Plus é um dispositivo complementar que se conecta ao seu telefone via Bluetooth (por conexão de baixa energia projetado para aplicações de saúde e fitness), permitindo que você mantenha o seu telefone no bolso enquanto faz suas atividades do dia-a-dia e ainda seja capaz de coletar recursos valiosos e capturar até mesmo o Pokémon mais evasivos”, disse a empresa.

O acessório poderá ser carregado na mão, preso no punho como um relógio ou fixado na roupa. Além de permitir capturar os monstrinhos com um botão, ele também permite recolher Pokébolas, Ovos de Pokémon e outros itens no PokeStop.

Pokémon GO Plus será lançado no próximo dia 16 de setembro para diversos países. A América do Sul, entretanto, deve receber o acessórios “com uma data de lançamento mais tarde”.

Nintendo confirma que Super Mario Run será lançado para Android

0

Enquanto o novo iPhone 7 será o primeiro dispositivo móvel a receber um jogo do Mario, a Nintendo confirmou que “Super Mario Run” também será lançado para Android no futuro.

“Nós pretendemos lançar o jogo em dispositivos Android em algum momento no futuro”, disse um representante da empresa japonesa ao site Kotaku.

Super Mario Run será lançado em dezembro de 2016 e promete trazer uma jogabilidade e visual 2D completamente renovados.

Você pode ver uma demonstração do jogo no vídeo abaixo:

Inteligência artificial do Google ajuda agricultor na exploração de pepino

0

Aprendizado de máquina tem ajudado um fazendeiro japonês a escolher os melhores legumes enquanto ele pode se concentrar no trabalho mais importante que é cultivá-los.

Makoto Koike construiu um sistema de classificação de pepinos que usa a tecnologia de aprendizado de máquina do Google TensorFlow para otimizar o trabalho de seus funcionários.

A plataforma utiliza uma câmera equipada com Raspberry Pi 3 para tirar fotos dos legumes e enviar as imagens a uma rede neural onde são identificados como pepinos.

Depois disso, o TensorFlow envia as imagens para uma rede maior em um servidor Linux capaz de classificar os pepinos por atributos como cor, forma e tamanho.

As redes neurais hoje são capazes de ultrapassar o desempenho do olho humano para certas aplicações e podem agilizar processos que antes levariam tempo para conseguir um resultado eficiente.

“Você tem que olhar não só o tamanho e espessura, mas também a cor, textura, pequenos arranhões, se são tortos e se eles possuem espinhos”, disse o agricultor.

“Levaria meses para aprender e você não pode contratar trabalhadores para apenas o período mais movimentado. Eu mesmo aprendi a classificar bem os pepinos só recentemente”.

Google Chrome está mais rapido e menos gastão de bateria

0

O Google anunciou que vem melhorando a performance do Google Chrome e os usuários podem observar uma otimização na velocidade do navegador e vida útil da bateria de notebooks.

“Velocidade sempre foi uma prioridade para o Chrome. As pessoas gastam tanto tempo no navegador que até mesmo pequenos atrasos nas página podem adicionar minutos de tempo perdido todos os dias”, publicou o engenheiro de software Chris Cameron.

“Melhorias ao longo do último ano fizeram o Chrome ficar 15% mais rápido no desktop e Android”.

A versão 53 do Chrome também oferece melhorias no tempo de navegação ao prolongar a bateria do laptop no Windows e Mac, quando comparado com uma versão antiga do navegador.

Para demonstrar isso na prática, o Google criou um vídeo que mostra o resultado das melhorias feitas neste último ano:

Destaques

Surgem as primeiras imagens do Google Pixel e Google Pixel XL

De acordo com o site VentureBeat, abaixo estão as primeiras imagens de imprensa do Google Pixel e Google Pixel XL, a nova linha de smartphones...

Social

29,252FãsCurtir
32,780SeguidoresSeguir
35,553SeguidoresSeguir
502InscritosInscrever