ÚLTIMOS ARTIGOS

Google pode encerrar o Orkut em seis meses

Por em 30 de junho de 2014 – 8:20

orkut_novo_logo

De acordo com informações da Folha Online, o Google pode descontinuar o Orkut nos próximos seis meses. O jornal brasileiro afirma ainda que novos perfis não poderão mais ser criados a partir desta segunda (30/06).

“Depois de 31 de dezembro, nem mesmo o endereço orkut.com deverá ser mantido pela empresa, visto que Orkut Büyükkökten, engenheiro turco criador da rede, deixou o Google há quatro meses e pretende manter controle sobre o domínio”, menciona a publicação.

Criado em 2004, o Orkut conquistou os brasileiros de imediato, se tornando a maior rede de relacionamentos em número de visualizações e usuários. A falta de investimentos permitiu que o Facebook superasse o site em 2011.

Dados da Comscore, fornecidos em dezembro de 2013, mostravam que 6 milhões de internautas ainda visitavam o Orkut com uma média de 4,2 minutos por visita, o dobro de tempo daqueles que visitaram o Instagram.

Atualização: Google confirma que vai descontinuar Orkut em setembro de 2014

Monstro do Lago Ness aparece no Google Maps

Por em 30 de junho de 2014 – 0:36

maps-monstro-lago-ness

O Google atualizou recentemente seu aplicativo de mapas com novas informações de rotas. E como não poderia de ser, o buscador aproveitou o update para fazer uma homenagem a criatura mais conhecida da criptozoologia mundial.

Ao traçar uma rota entre Fort Augustus e Urquhart Castle, no Reino Unido, os usuários podem conferir uma surpresa lendária: a presença do Monstro do Lago Ness entre as rotas alternativas.

O mais recente avistamento do Monstro ocorreu de volta no início de maio, quando o navio de cruzeiro Jacobite Queen relatou um objeto estranho em seu equipamento de varredura subaquática.

Volvo lançará Android Auto em seus próximos carros

Por em 30 de junho de 2014 – 0:11

volvo-cars

A Volvo anunciou sua união a Open Automotive Alliance para tornar disponível a plataforma Android Auto no painel de seus carros. Isso permitirá que a Volvo seja compatível com a plataforma mais popular de smartphones, desenvolvida pelo Google.

Anuciado há poucos dias, o Android Auto traz funções e serviços familiares aos usuários de tablets e smartphones Android, diretamente na tela sensível ao toque da Volvo Cars, no console central.

“A abordagem do Google focada no usuário e na aplicação da tecnologia para melhorar a vida das pessoas torna o Android Auto a soma perfeita à experiência da Volvo Cars”, explica Håkan Samuelsson, presidente e CEO da fabricante sueca.

“Trabalhamos duro para garantir uma experiência agradável com o Android Auto. Isso oferecerá a nossos consumidores um novo grau de fluidez e acessibilidade no uso de dispositivos móveis e trará o ecossistema digital de nossos consumidores para o carro, complementando os serviços e aplicativos conectados já existentes na interface da Volvo Cars”, explica Samuelsson.

O Android Auto permitirá o acesso ao Google Search, Google Maps, Google Play Music e aplicativos de terceiros, adaptados ao universo do automóvel, como o Spotify.

Todos os aplicativos poderão ser controlados por meio de voz ou controles no volante, ou mesmo por toque na tela, garantindo que toda a interação com o Android Auto seja segura e fácil.

O Android Auto estará disponível nos novos carros da Volvo que adotarão a nova plataforma Scalable Product Architecture (SPA), lançada com o novo XC90, modelo que será revelado este ano no Salão do Automóvel de Paris.

Google Play Services fornece atualizações de segurança

Por em 30 de junho de 2014 – 0:01

google-playMesmo que os fabricantes não atualizem seus dispositivos para a última versão do Android, o Google anunciou durante o Google I/O 2014 que vai fornecer atualizações de segurança aos dispositivos que possuírem a loja de aplicativos do Google Play.

“Ao atualizar esta aplicação, o Google pode manter os dispositivos Android e os usuários do Android atualizados com software, serviços, e questões de segurança”, publicou Ewan Spence da Forbes.

Para que isso seja possível, o Google utiliza a tecnologia Dynamic Security Provider que oferece uma alternativa para as APIs da plataforma para que possam ser atualizadas com mais frequência, incluindo patches de segurança.

Google Play Services, que funciona por meio de código-fechado, tem sido atualizado a cada 6 semanas e cerca de 93% dos dispositivos Androids têm a versão mais recente.

Fabricantes não poderão alterar a interface do Android Wear, Auto e TV

Por em 29 de junho de 2014 – 23:51

android-wear

De acordo com o diretor de engenharia do Google, David Burke, as fabricantes não poderão alterar a interface e experiência dos produtos recém-anunciados como o Android Wear, Auto e TV.

O software será atualizado pelo Google e os fabricantes só serão capazes de adicionar alguns aplicativos e algumas características de hardware.

“A interface do usuário é a parte mais importante do produto, neste caso”, disse Burke.

“Nós queremos ter apenas uma experiência de usuário muito consistente, então se você tem uma TV em um quarto e uma outra TV em outra sala e ambos com Android TV, nós queremos que elas funcionam da mesma forma”.

Os fabricantes ainda poderão alterar a Android TV para exibirem suas marcas e incluir serviços que desejarem, mas as plataformas terão uma experiência semelhante para os todos usuários.

Google vai descontinuar o Quickoffice

Por em 29 de junho de 2014 – 23:38

quickofficeO Google anunciou que vai descontinuar o Quickoffice no Android e iOS nas próximas semanas.

De acordo com o buscador, os elementos principais do aplicativo já foram integrados ao Google Documentos, Planilhas e Apresentações.

“Quickoffice será removido do Google Play e da App Store nas próximas semanas. Os usuários existentes podem continuar a utilizá-lo, mas sem novos recursos e os novos usuários não serão capazes de instalar o aplicativo”, menciona o blog Google Apps Updates.

Google vai remover fotos de autores dos resultados de pesquisa

Por em 26 de junho de 2014 – 23:21

google-autor

De acordo com John Mueller, do Google Webmaster Trends, o Google vai remover a foto de autores dos resultados de pesquisa.

Lançando em 2011, a exibição de informações sobre o autor nos resultados tinha como objetivo ajudar os usuários a descobrir conteúdos de ótima qualidade, enquanto impulsionava mais tráfego aos sites vinculados.

Embora o Google tenha decidido por remover as fotos, o recurso de autoria continuará a funcionar normalmente.

Comentários (0) Categorias: Google

Material Design unifica a interface do Google em diferentes plataformas

Por em 26 de junho de 2014 – 22:58

material-design

Em conjunto com o lançamento do Android L, o Google anunciou a introdução do Material Design – um guia de novas diretrizes de design que vai permitir a criação de experiências únicas, mesmo quando acessado entre diferentes tipos de telas.

“Nós nos desafiamos para criar uma linguagem visual para os nossos usuários que sintetiza os princípios clássicos de um bom design com a inovação e a possibilidade de tecnologia e ciência”, menciona o Google.

Material Design oferece aos desenvolvedores (e aos usuários finais) uma série de vantagens como animações entre telas, cores mais vivas, e ferramentas para construir aplicativos que têm a mesma aparência no Android e na web.

Motorola divulga demo do Moto 360 com Android Wear

Por em 26 de junho de 2014 – 22:45

moto-360

Enquanto o LG G Watch chega ao Brasil em Junho, a Motorola anunciou que o Moto 360 ainda deve demorar alguns meses para chegar ao público. Enquanto esta data não chega, a fabricante liberou um vídeo que mostra alguns dos recursos do Android Wear em funcionamento.

Mineração de dados de saúde poderia salvar milhares de vidas, afirma Larry Page

Por em 26 de junho de 2014 – 22:35

larrypage

Enquanto parte dos usuários acreditam que a mineração de dados poderia estimular a espionagem, o co-fundador do Google Larry Page acredita que há benefícios que estão sendo deixados de lado.

“Estou animado com as possibilidades de melhorar as coisas para as pessoas, a minha preocupação seria o oposto”, disse ao New York Times. “Ficamos tão preocupados com essas coisas que não vemos os benefícios … Neste momento não temos mineração de dados de saúde. Se o fizéssemos, nós provavelmente poderíamos salvar 100.000 vidas no próximo ano”.

Segundo a Wikipédia, a mineração de dados é o “processo de explorar grandes quantidades de dados à procura de padrões consistentes, como regras de associação ou sequências temporais, para detectar relacionamentos sistemáticos entre variáveis, detectando assim novos subconjuntos de dados”.

Comentários (0) Categorias: Google