Google Glass: um Facebook-killer?

Por em 28 de fevereiro de 2013 – 20:04

google-glass

Muito se tem falado sobre as características de hardware do que virá a ser o Google Glass e em como ele poderá mudar a forma como nos relacionamos com nossos celulares. No entanto, parece que poucos se deram conta de como ele poderá impactar no contexto das redes sociais.

Com efeito, da mesma forma que o surgimento e a popularização dos smartphones, iniciada com o iPhone, foi fundamental para o crescimento do Facebook, será que o Google Glass não poderá representar um nova ruptura neste mercado?

Da mesma forma que nada garantia previamente ao lançamento o sucesso estrondoso do iPhone e dos smartphones surgidos depois dele, nada garante que o Google Glass será um produto amplamente aceito pelos consumidores. Entretanto, caso venha a ter sucesso de vendas, certamente mudará nossa forma de relacionamento com as mídias, via celular e, como corolário, com as mídias sociais. Afinal, não podemos nos esquecer que, em sendo um produto Google, será nativamente conectado ao Google+.

Este fator é profundamente relevante, porque ninguém tem muito tempo para gastar com mais de uma rede social. Assim, se seu círculo de amigos começar a usar maciçamente o Google Glass, poderá haver uma tendência de migração natural do grupo para o Google+, em face da maior facilidade de publicação de conteúdos nesta rede social, mesmo considerando que, certamente, o Facebook fará um aplicativo para o dispositivo. Acontece, que no Google Glass o conteúdo já é gerado nativamente no Google+ e, portanto, somente precisa de compartilhamento, enquanto que, para publicação no Facebook precisaria de migração.

Não fosse isso, é de se notar que o Google Glass poderá inaugurar uma nova forma de contato social: o contato por meio de realidade aumentada, com vídeo-conferência em tempo integral, com filmes do ambiente transparentes aos usuários e a terceiros e outras funcionalidade, que hoje ainda não vislumbramos. Imaginem só um usuário recebendo um e-mail ou um feed de notícias ou publicações de sua rede social e fazendo sua publicação com um simples comando com o olho. Parece que isso será possível com o Google Glass.

É claro que a Google não ficará sozinha neste negócio de óculos de realidade aumentada, porque parece que a Apple também está desenvolvendo o seu próprio dispositivo concorrente. Assim, provavelmente, teremos uma grande disputa pelo mercado.

Neste meio ficará o Facebook. Não é sem razão que o Mark Zuckerberb está tão interessado no Google Glass. Afinal, este dispositivo poderá impactar muito em sua rede social.

Podemos até antever um futuro, no qual, a competição se tornaria tão forte, que a Apple ser veria obrigada a comprar o Facebook.

Duvida?

Eu não. Apesar de improvável, nada é impossível no mundo dos grandes negócios.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


3 comentários sobre “Google Glass: um Facebook-killer?”

  1. herberthudson disse:

    Muito bom!! Gostei do texto!!

  2. andresmith disse:

    Apple obrigada a comprar o Facebook? talvez, ao menos uma parceria eu sei que vai sair.

  3. lucasherrera disse:

    Eu acho que não tem nada a ver, o Glass com certeza vai receber toda a integração com o facebook e twitter, caso contrário ele simplesmente não vai ter sucesso.