Google pede abertura aos fabricantes do Android

Por em 21 de dezembro de 2010 – 1:00

Nick Kralevich, engenheiro de segurança do Android, publicou um post no blog oficial da plataforma Android no qual pede aos fabricantes de smartphones que dê início a um processo de maior abertura aos seus consumidores.

Para Kralevich, os aparelhos deveriam ser desbloqueados, permitindo que que usuários individuais possam modificar o software instalado pelas fabricantes e personaliza-los de maneira livre e aberta.

“As operadoras e fabricantes fornecem um método fácil para desbloquear aparelhos legitimamente. Podemos esperar que as operadoras e os fabricantes vão reconhecer isso e não forçar os usuários a escolher entre aparelhos abertos e dispositivos fechados”, escreveu ele.

“É possível desenvolver técnicas de desbloqueio que protegem a integridade da rede móvel, os direitos dos provedores de conteúdo, os direitos dos desenvolvedores de aplicativos, enquanto dá escolha dos utilizadores” diz o engenheiro em relação aos aplicativos que as operadoras e fabricantes procuram adicionar em seus aparelhos.

“Android tem uma estratégia de segurança forte, apoiado por uma sólida execução. Por padrão, todos os aplicativos do Android são independentes uns dos outros, ajudando a garantir que um bug ou aplicativo malicioso possa interferir em outro” explica.

Em uma recente entrevista a PC Magazine, Andy Rubin, chefe do Android, disse que as implementações de travamento por algumas das fabricantes poderia resultar em grande problema no mercado. Segundo ele, o exemplo de liberdade vem do Google Nexus S, um aparelho que convida os usuários a alterarem o software.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


7 comentários sobre “Google pede abertura aos fabricantes do Android”

  1. acustodioo disse:

    Faltou um "não" no "malicioso possa interferir em outro" ^^

    Bacana o Google ficar em cima das operadoras para garantir a liberdade do usuário, próximo cel vou comprar com android =D

  2. Dany Lederman disse:

    Concordo…

  3. joex disse:

    O que será que o Google quer com isso? Eu não acredito nesse papo de "liberade do usuário"

  4. fiote disse:

    Com certeza não é "liberdade do usuário"… visto que no meu galaxyS tá complicaaaado pra pegar acessos de root nele (android dificultando as coisas).

  5. Leandro disse:

    Você pode não acreditar, mas é exatamente o que a Google quer. Liberdade para que o usuário possa modificar, criar, inovar, e assim fortalecer o Android mais e mais. A liberdade é um dos grandes diferenciais do Android frente o iOS (Apple), e os fabricantes de celulares tiram esse diferencial, o que pode resultar em perda de vendas. O Android nasceu com o intuito de ser o mais aberto possível, e pode ser assim, mas as operadoras e fabricantes não deixam.